Treino Academia Dieta

 

Para não engordar é necessário uma conscientização mais adequada do valor real em termos de gasto e consumo. Isso porque, a maioria das pessoas que inicia uma rotina de exercícios acredita que pode passar a comer mais, já que está gastando mais energia.  Ou seja, existe uma tendência natural em superestimar o gasto calórico da atividade física e subestimar o valor calórico dos alimentos. Para se ter uma idéia, segue abaixo o quanto equivale alguns quilômetros corridos:

2,4 km = 2 cookies

4 km = sorvete de uma bola na casquinha

7 km = um saquinho de batata frita

9,5 km = um cheeseburguer

Dessa forma, caso você esteja querendo emagrecer, saiba que, apesar do exercício ser fundamental, o mais importante é o controle da alimentação! Certos alimentos podem destruir todo o sacrifício que você teve para treinar! Será que vale a pena?

SilviaCurtiu

Silvia Fonseca

Chocolate Amargo

Você conhece os benefícios do chocolate amargo?

O chocolate é rico em flavonóides, antioxidantes com inúmeras propriedades! Eles são capazes de ajudar a prevenir problemas cardíacos, isso porque, diminuem a propensão ao entupimento das coronárias, ajudam a relaxar os vasos sanguíneos (diminuindo a pressão arterial) e reduzem o colesterol ruim.

Além disso, vários estudos comprovam seu poder em promover saciedade, diminuindo tanto o consumo de doces ao longo do dia, quanto de calorias de uma maneira geral!

Outro fator que faz ele ser um amigo da balança é sua capacidade em melhorar a resposta à insulina (evita a produção excessiva da mesma, que está intimamente correlacionada ao estoque de gordura)!

E não é só internamente que os chocolate apresenta beneficios! Externamente, seus antioxidantes contribuem para fotoproteção endógena (menor avermelhamento da pele quando exposta à luz solar), melhor circulação e hidratação da pele!

Porém, cuidado! O recomendável é consumir cerca de 30 gramas de chocolate 70% amargo… Não abuse!

Silvia

Curtiu

Silvia Fonseca
Agua

 

A água é o principal componente do corpo humano. Entre várias de suas funções, está a regulação da temperatura corporal pela sudorese ou transpiração.

Se você perde água por volta de de 2% do seu peso corporal, vai ficar com sede. Sendo assim, não se deve esperar ter vontade de beber água para se hidratar, já que a manifestação de sede só ocorre diante de um processo de desidratação.

Além disso, junto com a água, perdem-se eletrólitos que desempenham funções importantes no organismo. Para se ter uma idéia, a taxa de produção de suor durante o exercício intenso em clima quente e úmido pode chegar a um litro por hora! Alguns autores citam até 2,8 litros/hora! Isso é muito!

A desidratação promove queda do rendimento, aumento da frequência cardíaca, aumento da pressão arterial, aumento da temperatura corporal, urina alaranjada e escura e, em casos graves, coma e morte! Dessa forma, a preocupação com a hidratação deve ocorrer antes, durante e após o treino.

Durante o treino, deve-se beber de 100 a 200 ml de água a cada 15 minutos de atividade. Caso a atividade ultrapasse uma hora de duração, essa água deve ser acrescida de carboidratos e sódio. Sendo que existem bebidas esportivas que já cumprem essa função (bebidas isotônicas).

Por isso preste atenção se está se hidratando corretamente pra não prejudicar o desempenho do seu treino!

Silvia Curtiu
Silvia Fonseca
12345
Se inscreva no mailing!
Seja convidado pra eventos e receba atualizações!