Perfumes

 

O que é um perfume de nicho? Um perfume de nicho não tem que ser caro, exclusivo ou feito por quem só faz perfume. Nicho é um pedaço do mercado com demandas tão específicas que podem ser abordadas com uma estratégia diferenciada. Quem confecciona perfumes de nicho está de olho nos connoisseurs—que valorizam o líquido mais do que sua roupagem. Nem todo perfume de nicho é bom, mas tem uma qualidade especial: como é feito em baixa escala, com mais margem para erros, perfumistas de nicho arriscam mais e criam obras-primas totalmente originais.

 

Tauer

L’Air du Desert Marocain (Tauer)

A cada cem fragrâncias que eu provo, um fenômeno ocorre: meus olhos ficam marejados. Isso aconteceu com L’Air du Desert Marocain. Rico em âmbar, styrax e incenso, este é um perfume oriental sem igual, que vai fazer você flutuar. Alguma coisa nele dá uma sensação de leveza e paz, o que é contraditório à sua composição bem pesada. Eu particularmente gosto de usá-lo depois do banho, pouco antes de dormir, para ter uma noite de sono relaxante.

 

Histoire de Perfume

1740 (Histoires de Parfums)

A casa Histoires de Parfums nomeia suas obras de acordo com o ano do nascimento de seus ícones. Neste caso, 1740 é o ano de Marquês de Sade. Este perfume é diferente por ter como notas principais couro, tabaco, especiarias e immortele – uma flor que tem cheiro de amêndoa tostada. 1740 vai mais para o lado da sedução e é para mim uma das fragrâncias mais irresistíveis que existem.

 

Amouage

Jubilation XXV (Amouage)

Quando a casa Amouage, situada no sultanato de Omã, fez 25 anos, foram encomendandos  o Jubilation XXV (masculino) e o Jubilation 25 (feminino). Quem gosta de incenso vai curtir este perfume, que foi preparado com o mais limpo incenso do Omã. Isto é, você não vai cheirar a igreja e sim a uma pessoa moderna que sabe se colocar. É o perfume que mais me traz elogios e é sempre um prazer usá-lo. Custa um rim, mas vale cada centavo.

 

Noir de Noir

Noir de Noir (Tom Ford)

Na linha de exclusivos de Tom Ford, o mais falado é o Tobacco Vanille. Ainda que sensacional, não me tirou do chão como Noir de Noir. Esta fragrância é da família dos chipres – florais “endurecidos” com patchouli, musgo ou vetiver. Neste caso, as notas principais são rosa e patchouli (que tem cheiro de chocolate amargo). Esta combinação torna-se extremamente sexy, de dar água na boca – e nos olhos. Não dá para usar num dia de calor, mas à noite vale tudo. Aproveite!

 

Serge Luttens

Bois de Violette (Serge Lutens)

Lutens é um dos mais prolíficos perfumistas de nicho. Mas não é só quantidade; seu conjunto de obra tem qualidade acima da média. Bois de Violette é um que me conquistou logo assim que cheirei. Apesar do nome, não é um perfume totalmente floral. Rico em patchouli, ele tem um tom de chocolate amargo muito bem balanceado com o tom de violeta (que tem cheiro de Dipnlik sabor uva). Não é complexo e por isso mesmo digo que é necessário um grande perfumista para fazer um perfume tão simples funcionar.

A pergunta que não quer calar: é caro? Sim, como tudo na vida que tem qualidade extraordinária. Mas que tal trocar aquele jantar caríssimo por um perfume que pode te dar um prazer em longo prazo? Um jantar é uma despesa. Um perfume é um investimento.

Clique para curtir a Fan Page e acompanhar todas as postagens do blog.

Daniel Barros
Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Comente pelo facebook
2 comentários
  1. Ronaldo  30/08/2015 - 22h19

    Adorei a matéria mas gostaria de saber se fosse para escolher um desses qual seria?

    • Tonanni  01/09/2015 - 18h03

      Sugiro Comme des Garcon! Mas vai depender muito do seu gosto pessoal!

Se inscreva no mailing!
Seja convidado pra eventos e receba atualizações!